Protágoras de Platão
Obras III
Daniel R. N. Lopes (autor)

R$ 89,00


No Protágoras, Platão introduz a discussão sobre um dos temas centrais da reflexão moral antiga, a unidade das virtudes, que repercutirá tanto no desenvolvimento de sua própria filosofia, em diálogos como a República, como no pensamento de Aristóteles e nos debates internos ao estoicismo. A questão surge de uma controvérsia entre as personagens Sócrates e Protágoras acerca da possibilidade de se ensinar a virtude aos jovens, uma vez que os sofistas arrogavam a si o poder de educá-los e prepará-los para a vida pública na democracia de Atenas. Desse embate entre duas concepções antagônicas de virtude, entre dois modelos conflitantes de educação, consolida-se no interior do pensamento platônico a oposição entre filosofia, na figura de Sócrates, e sofística, na de Protágoras, como duas vertentes intelectuais em disputa pela primazia da sabedoria nos séculos V e IV a.C. Nesta edição da coleção Textos, a Perspectiva traz ao público uma nova tradução em português realizada diretamente do grego, com notas e comentários, por um dos especialistas do pensamento platônico no Brasil, Daniel R.N. Lopes, autor também do meticuloso estudo que acompanha a obra, que visa compreender os problemas filosóficos abordados por Platão à luz dos elementos dramáticos e literários constituintes do gênero dialógico.
Indicar este livro
 Gostaria de receber informes e promoções da Editora Perspectiva.
Dê a sua opinião sobre a obra
Antes de escrever seu comentário, leia, por favor, as regras e orientações sobre este espaço:

  • os comentários devem ater-se ao livro sobre o qual se refere e a temas estritamente relacionados a ele;
  • o texto deverá ter no máximo 700 caracteres;
  • a editora Perspectiva reserva-se o direito de não publicar comentários preconceituosos ou racistas, observações grosseiras ou que agridam a honra de qualquer pessoa ou grupo de pessoas, textos sobre opiniões de outros leitores, bem como informações de conteúdo comercial;
  • as críticas apresentadas passarão a ser de domínio do site da editora.
700 carac.
Sumário
Cronologia . . . . . . . . . . . . .  . . . . . . 11
Agradecimentos . . . . . . . . . . . . . . .  . . 15
Apresentação . . . . . . . . . . . . . . . . . .  17

Estudo Introdutório:
FILOSOFIA E SOFÍSTICA NO PROTÁGORAS, DE PLATÃO

1. O Problema da Distinção Entre “Filósofo” e “Sofista” .. 25
A Semântica do Termo Sophistes; A Noção Genérica de
“Sofista” em Platão

2. A Construção da Figura do “Sofista” no Protágoras .. 45
Prólogo (309a-310a); O Caso Hipócrates (310a-314e); A Descrição
do Ambiente Sofístico (314e-316a); O Estabelecimento
do Diálogo Entre Sócrates e Protágoras (316a -320c);
A Epideixis de Protágoras (320c-328d); Considerações Finais

3. A Unidade das Virtudes: As Duas Primeiras
Provas/Refutações . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 97
A Proposição do Problema: A Unidade das Virtudes
(328d-330b); A Primeira Refutação/Prova: Justiça e Piedade
(330b-332a); A Segunda Refutação/Prova: Sabedoria e Sensatez/
Temperança (332a-333b) Considerações Finais

4. A “Crise” do Diálogo e a Inversão dos Papéis . . . . . 153
A Terceira Prova/Refutação Incompleta (333b-334c);
O Impasse Sobre a Modalidade de Diálogo (334c-338e);
A Incursão de Protágoras na Brakhulogia (338e-340e);
A Sátira da Figura de Pródico (340e-342a)

5. A Incursão de Sócrates na Makrologia . . . . . . . . .  191
A Crítica de Sócrates à Exegese Poética (347b-348a);
O Proêmio da Exegese de Sócrates (342a-343c); A Exegese
de Sócrates (343c-347a); Considerações Finais

6. O Retorno à Brakhulogia: Sócrates “Erístico”? . . . . . . 253
A Reformulação da Tese Protagoriana (348b-349d);
A Análise do Argumento à Luz dos Elementos Dramáticos
(349e-351b); Considerações Finais

7. O Argumento Hedonista: A Refutação Final . . . . . . .289
A Proposição do Problema: O Prazer, Enquanto Prazer,
É Bom? (351b3-d11); O Problema da Akrasia (352a1-353b6);
O Exame do Hedonismo (353c1-354e2); A Reformulação da
Akrasia à Luz do Hedonismo (354e2-356c3); A Negação
da Akrasia à Luz do Hedonismo (356c4-357e8);
A Recapitulação dos Argumentos e a Preparação Para o
Elenchos Final (358a2-359a1); O Elenchos da Tese
de Protágoras (359a1-360e5); Considerações Finais

8. Epílogo: Um Diálogo Aporético? . . . . . . . . . . . .  355

Tradução
PROTÁGORAS, DE PLATÃO . . . . . . . . . . . . . . . . . .  369

Protágoras: Estrutura do Diálogo . . . . . . . . . . . . . 537

COMENTÁRIOS
1. Prólogo: Sócrates e um Amigo Anônimo: 309a-310a 539
2. Sócrates e Hipócrates: 310a-314c . . . . . . . . . . . .540
3. A Casa de Cálias: 314c-316a . . . . . . . . . . . . .  553
T19-III PR-4.3 (LIVRO) Protagoras.indb 8 18/09/2017 11:34:37
4. Sócrates e Protágoras: A Virtude Pode Ser Ensinada?
316a-320c . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .  558
5. Mito e Logos de Protágoras: 320c-328d . . . . . . 574
6. Unidade das Virtudes: 328d-334c . . . . . . . . . . . 594
7. Crise do Diálogo: 334c-338e . . . . . . . . . . . . . 602
8. Exegese do Poema de Simônides: 338e-347a . . . . . . . . 614
9. Interlúdio: Hípias, Alcibíades e Sócrates: 347a-348c . 628
10. Unidade das Virtudes: 348c-360e . . . . . . . . . . 633
11. Epílogo: 360e-362a . . . . . . . . . . . . . . . .  655

Bibliografia . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .  661
Anexo 1:
Diógenes Laércio – Vida de Protágoras (9.50-56) . . . 671
Anexo 2:
Planta da casa de Cálias . . . . . . . . . . . . . .678
SOBRE O LIVRO
assunto: filosofia
coleção: textos 19
formato: 12,5x21 cm
páginas: 680
acabamento: brochura
edição: 1ª 2017
peso: 594 g
ISBN: 9788527311120

Editora Perspectiva
Av. Brigadeiro Luís Antônio, 3025
Jardim Paulista, São Paulo - SP
01401-000
(11) 3885 8388

Comunicação

Sobre a Editora

Contato

Preencha com o seu nome e e-mail e receba informações sobre a Editora Perspectiva.

Desejo receber informações sobre promoções, lancamentos e eventos da Editora Perspectiva

Redes Sociais

 

Copyright 2018, Editora Perspectiva